dedicação pela vida

Empregar famílias assistidas pela Abrace é devolver sua autoestima

Empresários interessados podem ajudar.

“Eu ganhava um salário bom o suficiente para pagar meu aluguel e as contas de casa”, conta Valdite Nunes de Souza, de 39 anos. Ela é mãe do Enzo Gustavo, de 1 ano e 3 meses, uma das crianças com câncer assistidas pela Abrace. Conseguiu um emprego de auxiliar de produção em um restaurante de Águas Claras e isso só foi possível por causa do Projeto Abrace seu Destino.

Valdite participou de uma entrevista com os psicólogos da Instituição, escreveu um currículo com suas principais competências e habilidades e no dia seguinte já estava lá para a entrevista. Um sucesso! Foi chamada e começou a trabalhar no dia 16 de setembro do ano passado. “Eu ajudava a montar os pratos, lavava a louça e, com o salário, conseguia sustentar meus dois filhos. Fora isso, ainda aprendi a preparar vários pratos árabes”, ela diz animada.

Foram 3 meses de muito trabalho, mas infelizmente o restaurante fechou. Deixou plantada a paixão pela culinária e a esperança de conseguir um novo emprego na área gastronômica. O que você acha de ajudar? Em 2017, o objetivo da Abrace é ampliar este projeto, buscando parcerias para capacitar as famílias e ajudadá-las a “caminhar com as próprias pernas” quando não forem mais assistidas pela instituição. A ideia é que os familiares dos assistidos participem de cursos, processos seletivos, entrevistas e consigam se alocar no mercado de trabalho.

Hoje, 46% das famílias assistidas pela Abrace ganham um salário mínimo, 59% sobrevivem de bicos e 63% recebem algum benefício do governo. A diretora de Assistência Social e Hospitalar, Maria Ângela Marini, explica que muitos pais se dedicam ao tratamento dos filhos e acabam sendo demitidos dos empregos, o que prejudica a família toda.

Enquanto os familiares estão acolhidos pela instituição, recebem ajuda para transporte, alimentação, alojamento, mas depois fica mais difícil de se manterem sozinhos. “Inserir esses pais e mães no mercado de trabalho é uma oportunidade também para os empresários, que podem ter uma mão de obra qualificada e ainda ajudar a devolver a autoestima e o senso de cidadania para essas famílias”, afirma a diretora.

by acls us
Abrace

Endereço:

QE 25, Área Especial I
CAVE. Guará II
Brasília - DF
CEP: 71025-015.
Abrace Saiba como chegar