dedicação pela vida

Sorrir e gargalhar: hora de começar a arte da palhaçaria

Médicos palhaços voluntários da Abrace dão show de risadas em primeiro dia de visitas ao HCB

Kkkkkk! Hauahuahau!!! Rs rs rs!!! Todos os tipos de risadas se soltaram nesta sexta-feira (02/06) no Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB)! Foi o primeiro dia de atuaçâo de 5 dos 18 médicos palhaços voluntários da Abrace que participam de um curso de formaçâo desde o mês de março. Pensem numa turma animada!!!

Medicos-palhacos no HCB 1

Dra. Toin Toin (Catarina Lopes, 18 anos, estudante) era uma das médicas. E sabe por que ela tem esse nome? "Na verdade, eu era Dra. Egberta, mas eu fui atingida por um raio e fiquei meio esquisita", ela conta fazendo tiques nervosos com a cabeça. E quando ela se olhou no espelho imaginário do Dr. Ultra:"Meu Deus, o que é isso que estou fazendo? Viu? Por isso é que me chamam de Toin Toin!".

Essa história foi para arrancar umas boas gargalhadas da Jéssica Alves, de 11 anos, para a alegria do pai: "Fiquei surpreso. Há dias ela não ria, para arrancar um sorriso dela é muito difícil", disse Jecivaldo Cunha. Ah, teve também o conto do jacaré. Dra. Toin Toin tinha que mostrar como é que faz o jacaré e fez um som com a boca: "Esse é o primeiro jacaré que late!", tirou onda o Dr. Ultra (Rômulo Rodrigues, 39 anos, correspondente bancário), que supervisionava a primeira atuação do grupo.

Medicos-palhacos no HCB 2

Em outro quarto, o desafio foi fazer a Mariana Araújo, de 10 anos, tirar os olhos da televisão. Os Doutores com Riso tiveram que rebolar, li-te-ral-men-te. "Ah, muda todo o ambiente, é contagiante a alegria deles. A Mariana estava sem dar um sorriso há dias!", contou a tia Genilda Borges, que acompanhava a menina.

Medicos-palhacos no HCB 3

Para a Dra. Pitchulinha (Marli Trindade, 55 anos, atriz), foi a primeira de muitas performances. "O pouquinho que a gente leva para a criança, uma bolha de sabão, um pouco de música, já é o bastante para entrar no mundo dela e fazê-la se encantar. Às vezes, nem precisa falar nada", disse ela. Aliás, foi isso que o João José, de 9 anos, fez, não falou nada. "Vou ter que desobstruir a garganta dele", diagnosticou o Dr. Ultra e, em seguida, retirou um fio enorme de papel da boca do menino. Nessa hora, não deu para o João não rir, né!?

É como disse o Dr. Pinel (Marcos Araújo, 31 anos, analista de sistemas), "a gente se esforça muito, é difícil fazer rir, nem sempre a brincadeira que você preparou dá resultado, não sabemos o que nos espera. Por isso, conseguir tirar um sorriso ou, pelo menos, fazer o tempo passar um pouco mais rápido, já é uma conquista para a gente!"

Medicos-palhacos no HCB 4

by acls us
Abrace

Endereço:

QE 25, Área Especial I
CAVE. Guará II
Brasília - DF
CEP: 71025-015.
Abrace Saiba como chegar