dedicação pela vida

Dia para abrir o sorrisão e entrar na corrente do bem

A Abrace realizou mais um McDia Feliz e, com muita alegria, voluntários, parceiros e a sociedade civil se uniram para contribuir com a campanha

Enquanto o relógio marcava 10h da manhã, no dia 24 de agosto, os assistidos José Augusto, Jonas e Ângelo faziam, em cima do palco que abriria o McDia Feliz 2019, passos de dança no ritmo da música. Vestidos com a nova camiseta da Abrace – feita especialmente para a campanha – eles representavam bem o espírito do evento. Durante todo o dia, em todas as lojas do McDonald’s do Distrito Federal e Valparaíso/GO, a animação foi igual.

Foram 1.100 pessoas se voluntariando, entre convidados e da Abrace, 29 anfitriões mobilizados para atuar na campanha que tinha como objetivo complementar, com a aquisição de três equipamentos, a sala de ressonância magnética do Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB). Dois deles são máquinas de anestesia e um monitor de sinais vitais, que se tornam indispensáveis em procedimentos com sedação. O terceiro é uma bomba injetora de contraste específica para exames que necessitem do uso de contraste. Para análises oncológicas esse aparato é primordial já que auxiliam, no momento do exame, a obter a melhor visualização magnética. Com isso, os médicos poderão detectar tumores de forma precoce, principalmente os localizados no sistema nervoso central – o segundo mais frequente entre os tumores sólidos – e em lesões pequenas.

A abertura do evento teve a presença da presidente Maria Angela Marini, que, em seu discurso, relembrou da importância das arrecadações anteriores para a Abrace. “É muito gratificante estar em um movimento deste com o Instituto Ronald McDonald’s (IRM), que beneficia a nossa instituição com recursos desde 1990. Junto ao IRM fizemos vários projetos e conseguimos continuar a missão de assistência social da Abrace, indo muito além”, comemora. “Captamos recurso junto à comunidade para a construção do hospital na primeira etapa e temos muita alegria em ver o quanto tem gerado um bom benefício a todos da sociedade brasiliense e do Brasil, afinal hoje temos até pacientes vindo de fora para tratar aqui”, lembra.

Também estava presente a ex-presidente da Abrace, Ilda Peliz, que atualmente assumiu a Secretaria de Modalidades Especializadas em Educação pelo MEC, a diretora técnica e onco-hematologista pediátrica do HCB, Isis Magalhães, o vice-presidente do Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada (ICIPE), Jair Evangelista, a jornalista, Jane Godoy, assim como o diretor, o gerente e o representante dos franqueados do McDonald’s e outros apoiadores. Além desses, os McAmigos, Rodolfo Córdon e Felipe Gracindo, do grupo teatral G7, compareceram e deixaram sua mensagem de apoio. “Solidariedade. É isso que ajuda, é isso que nos move. Quando a gente abre o nosso coração por qualquer causa que seja só faz a gente ficar mais feliz e é isso que a gente tem que fazer”, disse Felipe.

Os assistidos, junto com suas mães, foram prestigiar a grande festa. Dayla Camily e Bruno Fonseca, as crianças que ilustraram a campanha do ano, mostravam suas camisetas Abrace com muito orgulho. A menina aproveitou a brincadeira realizada pelo G7 para se declarar à sua mãe, tornando o momento emocionante. “Desde que eu nasci, eu já tive ela com muito carinho e amor. Eu gosto dela de coração”, confessou a pequena. A mãe, surpreendida positivamente, era só sorriso.

Em todas as lojas, os anfitriões investiram em atividades que atraíssem o público. Aproximavam-se e aproveitavam para explicar um pouco mais sobre a Abrace, seu trabalho e mostrar os diversos souvenirs que foram preparados para 2019. As programações foram desde receber grupos de crianças de outras organizações não governamentais, que se deliciaram com o Big Mac, até apresentações de dança, oficinas de Slime, pinturas de rosto e esculturas com balões. Diane Lima, é voluntária da Abrace há 1 ano, mas foi anfitriã pela primeira vez. “Foi maravilhosa a experiência, não vejo a hora de ter outra”. Ela conta que a receptividade das pessoas foi enorme. “Elas abraçavam a gente, algumas choravam, principalmente quem já tinha passado por um caso de câncer na família, eram as que mais se identificavam com o processo de voluntariado e doação. Muitas querem ter a oportunidade de ser voluntário. Foi uma experiência muito bonita”.

 

by acls us
Abrace

Endereço:

QE 25, Área Especial I
CAVE. Guará II
Brasília - DF
CEP: 71025-015.
Abrace Saiba como chegar